Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escola Cónego Jacinto

Escola Cónego Jacinto

Mensagem do diretor no âmbito do 24º aniversário da ESCJ

Mensagem do diretor da Escola dirigida à comunidade educativa, aos parceiros sociais e aos convidados por ocasião da comemoração do 24º aniversário da ESCJPC

27/01/2018

 

Começamos por cumprimentar a todos os presentes neste ato, reconhecendo a honra e o prazer que nos dão por estarem a comemorar   connosco o 24º aniversário desta Escola.

Permitam-nos manifestar a gratidão por estarmos a desfrutar da vossa amável companhia.

A Escola Secundária Cónego Jacinto Peregrino da Costa, completa amanhã 24 anos de vida. Por 28 ser domingo, decidimos antecipar, por um dia a comemoração da data.

Com essa comemoração pretendemos homenagear o ilustre homem, Padre, professor e amigo dedicado, amável, fiel, sereno e firme em seus propósitos, que foi o Reverendo Padre “Cónego Jacinto Peregrino da Costa”, figura incontornável da educação ao nível liceal, na sua época, que emprestou o nome à Escola, cujo dia comemoramos hoje.

Comemoramos este aniversário sob o lema: “Unidos por uma cultura de aprendizagem, da paz, da solidariedade e do desenvolvimento, por uma sociedade inclusiva e próspera”, cientes dos desafios da educação nos dias que correm. Pois, vive-se numa sociedade que está passando por profundas e rápidas transformações, sociais, educacionais, religiosas e culturais. Importa, porém, estar-se à altura para se responder adequadamente às demandas, e assim se poder geri-las sem sobressaltos. Isso requer naturalmente esforços racionais, comparticipados principalmente entre o professor e o aluno, num novo modelo da educação e não raramente utilizando estratégias diferenciadas. Assim, e só assim, em nosso entender, a escola poderá manter-se fiel ao cumprimento do seu principal objetivo que é formar cidadãos, construir conhecimentos científicos historicamente acumulados pela humanidade, como património universal, tornando o saber criticamente apropriado pelos estudantes, sem se descurar questões relacionadas com valores e atitudes, para que eles consigam ser solidários, críticos, construtores, éticos e participativos, partindo sempre em defesa de valores que devem estar presentes na Escola e na sociedade, na certeza de que a educação vai muito além do trabalho com conhecimento científico e de que a Escola é um lugar para se desenvolver atitudes e valores.

Sendo indisciplina um dos principais problemas verificados na escola e na sociedade, urge pôr cobro à situação, recorrendo ao processo de reconstrução da paz social, no sentido de se desenvolver uma verdadeira cultura da paz, da tolerância, da solidariedade e do bem-estar comum, privilegiando diálogo, respeito, cooperação e ética na escola, para que estes valores se façam presentes no quotidiano escolar e na sociedade.

Considerando   que o sucesso de qualquer sociedade tem muito a ver com o nível de educação do seu povo, não se pode, nem se deve descuidar na educação dos filhos, alunos, vizinhos ou amigos. Pois, afinal todos somos poucos para a construção de uma sociedade verdadeiramente feliz.  Neste sentido, todos, sem descriminação somos convocados a dar o nosso contributo ao desenvolvimento da sociedade. Para que isso possa acontecer, teremos que estar preparados e nos parece ser melhor caminho, uma educação inclusiva e igualitária, baseada nos princípios e valores da democracia.

Nesta base, a Escola assume como principais desafios:  acompanhar a dinâmica da evolução económica, científica e cultural, através da promoção de uma educação de qualidade, que acompanhe esse processo e as necessidades de desenvolvimento em curso, e em simultâneo primar pela verdadeira democraticidade da educação para os seus alunos.

Assim sendo, ficam expressos os desejos e as intenções da Escola e dos seus colaboradores.

Aproveitamos a oportunidade para lançar apelo aos principais agentes educativos: famílias, comunidade educativa, parceiros sociais e governo para continuarem a acreditar na escola e a apoiá-la no cumprimento da sua função, porque estamos convencidos que, fazemos e temos feito a nossa parte e os resultados estão à vista, mas com engajamento sério e responsável de todos nós, na perspetiva de configuração de um projeto comum, o que é hoje um sonho, amanhã será uma realidade desfrutada de forma inclusiva.

Terminamos, agradecendo uma vez mais a vossa benevolência em participar connosco nesta celebração, nesta grande festa da escola e da comunidade educativa, relembrando que, de facto: “juntos por uma cultura da aprendizagem, da paz, da solidariedade, por uma sociedade inclusiva e próspera”, seremos mais felizes e prósperos, e teremos melhores condições para ultrapassarmos os desafios que emanam da sociedade do nosso tempo, rumo ao desenvolvimento humano sustentável para o nosso país e para o mundo.

Bem hajam!