Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escola Cónego Jacinto

Escola Cónego Jacinto

Festa do livro contagia o ambiente na ESCJ

20729628_1797424616966372_4537536090103435481_n.jp

Natacha Magalhães, adepta do público infantil, escritora de contos infanto juvenis, numa breve passagem pela escola encontrou-se com alunos do 7º ao 10º anos, no anfiteatro da referida escola, para uma sessão de conversa aberta, informal e descontraída com os mesmos, tendo abordado questões sobre a escrita de poesia, do conto, a sua infância, a sua vida profissional e o seu percurso enquanto escritora e teve uma receção calorosa dos mesmos, com declamação de poesia, leitura da sua biografia e de alguns dos seus contos, na tarde de sexta feira, 3 de Novembro.

 

Durante uma hora e vinte minutos, a referida autora respondeu com entusiasmo às chuvas de perguntas desses alunos ávidos de conhecimento. Ela incitou-os a nunca terem medo de enfrentar uma folha de papel em branco e a estarem bem acompanhados, sempre por um livro e também demonstrou a importância dos escritores na vida do leitor.

 

A iniciativa de receber a escritora na escola enquadra-se no âmbito do Festival da Morabeza – Festa do Livro, tendo por objetivo estimular a proximidade entre a escritora e os leitores através de livros e despertar nos alunos o gosto pela leitura.

Aula magna com a Doutora. Fátima Fernandes

 

download.jpg

A Curadora da Biblioteca Nacional, Professora Doutora Fátima Fernandes, proferiu no passado 07 de Outubro, no anfiteatro da ESCJPC, uma aula magna sobre a obra “O escravo – A afirmação da caboverdianidade e da consciência literária nacional” destinada aos alunos do 12º ano e aos professores de Língua Portuguesa desta escola, tendo abordado questões relacionadas com: o enquadramento da produção do autor José Evaristo d´Almeida no contexto literário do séc. XIX; a relação “O Escravo” com outras obras literárias, numa abordagem intertextual; identificação do ideário romântico na referida obra.

 

A aula foi iniciada com a leitura de poemas sobre o livro e do excerto da obra em destaque, pelos alunos do 7º ao 9º ano.

 

Durante mais de uma hora, a referida professora interagiu entusiasticamente com os alunos que demonstraram bastante interesse pelo tema abordado.

 

A iniciativa enquadra-se no plano de atividades da coordenação de Língua Portuguesa.

 

Semana Cívica marca o início do ano letivo

A Escola Secundária Cónego Jacinto Peregrino da Costa realizou, de 18 a 23 de Setembro, a Semana Cívica, promovendo várias atividades, entre as quais:

 

- Ato de boas vindas à comunidade educativa, com objetivo de proporcionar o engajamento e a participação de todos os membros da comunidade educativa para a integração e o sucesso escolar dos alunos.

 

- Conversa aberta com os alunos sobre “Uso e abuso do álcool no seio da camada juvenil, no contexto escolar” dirigida pelos doutores Filomeno Duarte e Orlando Borja no anfiteatro, tendo como objetivo fundamental a sensibilização para a necessidade de adoptar comportamentos saudáveis e prevenir o uso do álcool na escola

 

- Apresentação e socialização dos projetos extracurriculares destinados aos alunos, tais como: Plus size life: diva do mês; workshop, ações de sensibilização dos alunos sobre bullying, auto estima e ações de sensibilidade ao laço branco “mirim”; aulas de xadrez com Associação de Xadrez da Praia; aulas de iniciação musical com a Academia de Artes Cesária Évora e aulas de Box com Associação Regional de Box Santiago Sul.

O encontro do dia terminou em grande com a assinatura do protocolo entre a Escola Secundária Cónego Jacinto e a Academia de Artes Cesária Évora.

 

- No dia 21 de setembro, o anfiteatro da escola acolheu mais uma conversa aberta, desta feita com alunos da disciplina de Direito sobre “Defesa Nacional e Segurança Nacional”, proferida pelas Forças Armadas.

 

- Em comemoração do dia Internacional da Paz, alguns alunos participaram numa atividade na escola Secundária Manuel Lopes (Calabaceira), organizada pela UNESCO e a Direção Geral da Imigração do Ministério da Família e Inclusão Social.

 

- Uma mega reunião com os pais/encarregados de educação e todos os membros da comunidade educativa, dirigida pelo diretor da escola, Avelino Varela, no dia 23 de Setembro marcou o encerramento da Semana Cívica.

 

 

Histórico da Escola

A Escola Cónego Jacinto Peregrino da Costa entrou em funcionamento no ano letivo 1992/ 93, herdeira do património da antiga Escola Secundária da Achada Santo António, conhecida por »Asa Branca», atual Pedro Gomes. Financiada pelo Banco Africano para o Desenvolvimento (BAD), a escola surgiu no quadro da reforma educativa efetuada na década de 90, entrando em funcionamento no ano de 1992/93.

 

A escola foi instituída no dia 28 de janeiro de 1994, como Escola Secundária Cónego Jacinto Peregrino da Costa, sob proposta amplamente consensualizada no seio dos professores da escola em homenagem à figura daquele que foi considerado um ilustre professor do sistema educativo cabo–verdiano, nesta cidade, o Padre Cónego Jacinto Peregrino da Costa. A mesma ficou durante alguns meses com o nome da Escola Secundária Achada Santo António e foi inaugurada no dia 10 de outubro de 1994, pelo Ministro da Educação, José Luís Livramento, em representação do antigo Primeiro–Ministro Dr. Carlos Veiga.

 

O Liceu da Várzea, como também é designado, é um estabelecimento de ensino secundário que ministra os três ciclos de ensino (1º, 2º e 3º ciclos), com as áreas de Ciência e tecnologias, Económico–social e Humanística. As aulas funcionam nos dois períodos, de manhã de manhã e á tarde.Trata-se de uma instituição de caráter pública, que se encontra sob a tutela do Ministério da Educação e se norteia, segundo o seu regulamento interno, pela promoção da democracia, de valores da dignidade da pessoa humana e da igualdade e equidade de todos os cidadãos, perante a lei, visando o desenvolvimento integral do ser humano, voltado para uma educação baseada na tolerância e na disciplina.